Odontofobia: vilã da saúde bucal

A Odontofobia não é um simples medo de dentista e pode trazer sérias consequências para a saúde da boca.

Sabe-se que grande parte das pessoas tem um leve receio de ir ao dentista. Uma pequena porcentagem, no entanto, tem verdadeiro pavor, apresentando inclusive ataques de pânico na cadeira do profissional de saúde bucal. 

Mas de acordo com o Dr. Marcelo Braga, gestor da MB Odontologia Especializada, “tem sido desenvolvidas técnicas para amenizar a ansiedade dos pacientes com os procedimentos que dão até para aposentar o velho e barulhento ‘motorzinho’. Medicamentos mais potentes e apoio terapêutico compõem o leque de ferramentas ao alcance de quem quer superar o medo em busca da saúde bucal”, explica.

A consequência mais séria que advém para as pessoas que têm pavor de dentista é a deterioração dos dentes, às vezes com sérias complicações, envolvendo comprometimento de canais e doenças das gengivas. Os maiores temores relacionam-se com a anestesia e a ação da broca. Para algumas pessoas, a visão da roupa branca do dentista é terrível, e se ele usar uma jaqueta ou camisa de outra cor, a ansiedade decresce.

O paciente precisa se dar conta que é importante dedicar tempo para cuidar do sorriso. “Isso é valor? Pensar no cuidado próprio, na saúde e na beleza”, esclarece o dentista.

Focar em pontos positivos ajuda para que o compromisso de visitar o dentista fique menos estressante. Em último caso, a ajuda de um psicólogo pode ser necessária. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da MB Odontologia Especializada

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA